• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

FAPESP PRESSIONA SENADORES PARA VOTAR NÃO A MO 767

A FAPESP segue firme na luta e já pressiona os Senadores para que VOTEM NÃO A MP 767 que revisa e altera as concessões de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. O Congresso, Executivo não tem moral alguma para discutir e muito menos aprovar projetos e medidas que reduzam ou diminuam direitos dos aposentados, pensionistas, idosos e trabalhadores. Diante de tantos escândalos o povo é o que mais sofre e paga a amarga conta. Os senhores senadores devem se lembrar que foram eleitos pelo povo para governar para o povo e aqueles que traírem essa confiança não devem ser reeleitos.

O governo já aponta que com as revisões serão economizados Bilhões de reais com estimativa de cortar 3 milhões de benefícios. O pior disso tudo é oferecer um bônus de R$60 aos peritos por cada corte de benefício. Este é o maior absurdo e desrespeito com os aposentados por invalidez e aos que recebem auxílio doença.

Antes de qualquer ação, o governo não deve pensar primeiro na arrecadação, mas sim, em verificar as fraudes em si. O governo tem por obrigação combater a fraude como, por exemplo, os milhões de reais desviados por centenas de parlamentares. Todo esse dinheiro roubado deve voltar integramente aos cofres da Previdência Social! Esperamos que esse combate à fraude não recaia em pessoas que não tem culpa. NÃO ADMITIMOS REDUÇÃO DE DIREITOS. A FAPESP não admite que aposentados por invalidez, trabalhadores afastados tenham seu benefício suspenso de maneira injusta.

EXIGIMOS A DERRUBADA DESSA PROPOSTA ABSURDA! OS APOSENTADOS EXIGEM RESPEITO! NÃO A MP 767!

Clique aqui para voltar.