• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

Quadrilha que aplicava golpe em aposentados foi presa

A Polícia Civil prendeu na capital da cidade de São Paulo, um casal que acusado de tentar aplicar golpes em aposentados.

Segundo a Polícia Civil, os golpistas mandavam cartas para idosos em todo o país e, nelas, diziam que a vítima havia ganho na justiça uma ação coletiva no valor de R$63.750,00 contra uma seguradora previdenciária. Na carta, o casal dava endereço e nomes falsos para contato e dizia que, a vítima tinha de pagar uma taxa de R$ 6.955. Depois desapareciam.

O casal foi preso em uma agência dos Correios quando tentavam postar quase 400 cartas. O delegado que pendeu o casal disse que as correspondências eram bem escritas e tinham inclusive o brasão da República.

O delegado afirmou ainda que os golpistas se passavam por diretores de uma empresa de assessoria previdenciária, com endereço na zona sul de São Paulo, que na realidade não existia.

MUITO IMPORTANTE

A Polícia Civil orienta, para quem recebe esse tipo de carta, que deve-se verificar a razão social da empresa para saber se ela é cadastrada no órgão competente, de acordo com a área de atuação, e tem documentação atualizada. Outra precaução é verificar se há, na polícia e na Justiça, denúncias sobre golpes aplicados pela empresa.

A polícia também afirma que é preciso desconfiar quando a empresa promete indenização e exige taxa de adiantamento, como no caso dos suspeitos presos. A Polícia Civil orienta ainda a nunca depositar dinheiro para terceiros sem ter certeza da idoneidade da pessoa e também da empresa para qual ela trabalha. Em caso de dúvida o melhor é procurar órgãos oficias que trabalhem com causas ligadas a aposentados e uma delegacia.

Clique aqui para voltar.