• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

APOSENTADOS, VAMOS A LUTA!

Foi-se o tempo que o dia 24 de janeiro é uma data para se comemorar ou celebrar.

Há exatos 94 anos, em 24 de janeiro de 1923, era editado o Decreto nº 4.682 determinando a criação de uma Caixa de Aposentadoria e Pensões para empregados de ferrovias, que ficou conhecido como Lei Elói Chaves, considerada o ponto de partida da Previdência Social brasileira. A partir de então se sucederam marcos legais que fixaram a história do nosso sistema previdenciário.

Mas enfrentamos neste 24 de janeiro de 2017 um momento de retirada de direitos fundamentais dos aposentados, pensionistas, idosos e trabalhadores sem precedentes. A PEC da reforma da Previdência mostra que o dia Nacional do aposentado não é para se comemorar, mas sim LUTAR PELOS NOSSOS DIREITOS QUE ESTÃO SENDO REDUZIDOS DIA APÓS DIA.

A cada ano temos um reajuste abaixo da inflação, uma saúde cada vez mais precária, um governo cada vez mais articulado para aprovar projetos que só prejudicam o povo, vejamos que até a desaposentação o Supremo julgou contrário aos aposentados. Sem contar o fim do Ministério da Previdência.

Nesse dia 24 de janeiro temos muito que lutar, se não fizermos nada o governo irá impor medidas que aposentado só depois de morto.

Não podemos admitir o desmonte da Previdência Social Pública. O governo quer a todo custo entregar aos bancos a nossa Previdência e esse plano começa justamente com essa reforma absurda!

A postura do governo de que há déficit na Previdência é contraditório com a política de desonerações e a retirada via DRU. Porque se o sistema tem um déficit de R$ 85 bilhões, como dizem, como se pratica a desoneração de R$ 281 bilhões?

O DÉFICT DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL É UMA FALÁCIA, UMA MENTIRA! VAMOS A LUTA COBRAR O CONGRESSO NACIONAL E DIZER NÃO A REFORMA DA PREVIDÊNCIA!

Clique aqui para voltar.