• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

NA MÍDIA|| PERITOS AMEAÇAM BOICOTAR O PENTE-FINO DOS AUXÍLIOS

Os peritos da Previdência Social não deverão retomar os exames do pente-fino do INSS nos benefícios por incapacidade após 25 de novembro, como prevê o governo. Para voltar a participar do mutirão de revisões, a categoria quer a aprovação do pagamento do bônus de R$ 60, por perícia realizada no pente-fino, e do aumento de 27,9% acordado com o governo em fevereiro.

O boicote dos peritos ao pente-fino ganhou força ontem, após o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEMRJ), ter declarado que a Casa não vai aprovar reajustes salariais para nenhuma categoria além dos que já estão previstos. O aumento para os peritos, que seria pago em quatro parcelas anuais —a primeira venceria em agosto, nem sequer foi enviado pelo governo à Câmara.

O reajuste dos médicos faz parte do acordo que resultou no encerramento de uma greve com duração de 165 dias e que causou atrasos em 1,3 milhão de perícias.

A assessoria de Rodrigo Maia informou que o deputado não pretende barrar o aumento aos peritos, mas considera que a crise econômica não permite novos reajustes ao funcionalismo. Procurada pelo Agora, a ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos) não comentou as informações obtidas pela reportagem.

Bônus

Um dia depois de não conseguir aprovar, na Câmara, a “urgência regimental” do projeto de lei que garante o bônus dos peritos —e viabiliza o pente-fino—, o governo reiniciou ontem as negociações para votá-lo na semana que vem. A estratégia adotada pelo Planalto foi retirar a “urgência constitucional” do projeto, eliminando assim o prazo de cinco sessões para a apresentação de emendas dos deputados. Sem essa regra, o governo vai tentar, novamente, a aprovação da urgência na Câmara. O MDS (Ministério do Desenvolvimento Social) disse contar com a aprovação do pente-fino até o dia 25.

http://www.agora.uol.com.br/grana/2016/11/1831053-peritos-ameacam-boicotar-o-pente-fino-dos-auxilios.shtml

Clique aqui para voltar.