• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

CÂMARA SÓ VOTA NOVA PREVIDÊNCIA EM 2017, DIZ RODRIGO MAIA

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a proposta de reforma da Previdência que o presidente Michel Temer promete enviar ao Congresso neste mês só será votada em plenário em 2017.

Segundo ele, mesmo que o projeto chegue ao Legislativo no prazo prometido, o máximo que será possível fazer até dezembro será concluir a análise inicial da proposta, com a aprovação do texto pela comissão especial que a Câmara vai criar para debater o assunto antes do plenário.

A FAPESP DIZ NÃO A REFORMA DA PREVIDÊNCIA! A previdência não é a causadora dos problemas do Brasil. Exigimos que trabalhem para o povo e não retirem mais direitos! Não se esqueçam de que quem os elegeu foi o povo! O GOVERNO MENTE A RESPEITO DO DEFICIT PREVIDENCIÁRIO. SOLUÇÃO É REDUÇÃO DE GASTOS DO PRÓPRIO GOVERNO CORTANDO REGALIAS, CARGOS COMISSIONADOS! O QUE FALTA É COMPETÊNCIA PARA ADMINISTRAR A NOSSA PREVIDÊNCIA SOCIAL!

Queremos a manutenção da nossa Previdência como um órgão de ação social, como distribuidor de renda que movimenta a economia de muitas cidades em todo Brasil. A Seguridade Social é superavitária em mais de R$ 50 Bilhões (média), por meio da DRU (Desvinculação de Receita da União) retiram todo o dinheiro para pagamento de dívidas do governo. É O NOSSO DINHEIRO PAGANDO A INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO!

A Previdência tem arrecadação própria, por meio da contribuição do trabalhador, empresas, financiamento por lei através do PIS, COFINS e prognósticos de loteria e sem dependência do orçamento fiscal da União, ou seja, tem recursos próprios. Nossos recursos estão nas mãos do Tesouro Nacional que usa esse dinheiro como preferir.

NÃO ADMITIMOS REDUÇÃO DE DIREITOS! NÃO A REFORMA DA PREVIDÊNCIA!

Clique aqui para voltar.