• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

INSS RESPONDE FAPESP A RESPEITO DA REFORMA NA PREVIDÊNCIA

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) respondeu a FAPESP, via ofício a respeito da reforma previdenciária. O Documento foi assinado pelo secretário de Políticas da Previdência Social, o senhor Benedito Adalberto Brunca encaminhado a senhora Eva Batista de Oliveira, coordenadora-geral de Legislação e Normas, e para o senhor Emanuel de Araújo Dantas, Diretor do Departamento do Regime Geral de Previdência Social.

O repudia a reforma da Previdência reforçando que é uma reforma injusta e só prejudica o trabalhador, aposentado e idoso. O documento volta a afirmar que a Previdência não é deficitária, sendo uma incoerência o governo afirmar que ela é deficitária e ainda retirar 30% da DRU. Por fim, ressaltou a importância do Ministério da Previdência que é o maior e mais importante distribuidor de renda do país.

Em resposta, o INSS alega que “eventuais tratativas de mudanças nas regras da Previdência Social se encontram ainda em fase preliminar de debates, seja no âmbito desta Pasta, seja em articulação com outros órgãos e entidades interessados, tanto do setor público quanto privado. Por certo, mudanças nas normas do Regime Geral de Previdência Social - RGPS, tanto no campo do custeio quanto de benefício, implicam necessariamente análises complexas, de cunho político, econômico, técnico e jurídico. Além disso, cabe a Previdência Social se mostrar aberta ao debate qualificado com os diversos segmentos sociais que possam ser afetados.”

A Previdência Social não é do governo, mas sim do povo brasileiro! Queremos a manutenção da nossa Previdência como um órgão de ação social, como distribuidor de renda que movimenta a economia de muitas cidades em todo Brasil.

A PREVIDÊNCIA SOCIAL É NOSSA! NÃO A REFORMA DA PREVIDÊNCIA! VAMOS A LUTA APOSENTADOS!

Clique aqui para voltar.