• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

Aposentado Paga a Conta



Mais uma vez, este Governo que não sabe planejar, que administra mal os recursos públicos, que não tem controle do seu pessoal, para isto basta verificar os desvios noticiados todos os dias na mídia, alega ter os gastos do próprio governo com estouro superior a 20 bilhões de reais. E de quem é a culpa? Quem vai pagar a conta? Adivinhem!

Quem respondeu, aposentados, pensionistas e idosos acertou em cheio. Isso mesmo meus amigos, pois segundo o governo o “rombo” de 2012 de R$ 40,8 bilhões deveria cair para R$ 33,2 bilhões em 2013. O ano ainda não terminou e segundo esses detentores do conhecimento do Planalto Central, em setembro o desfalque já ultrapassara a casa dos R$ 47,6 bilhões.

Meu Deus, meu Deus, até quando nós, brasileiros, iremos aceitar essas mentiras, esses engodos do governo federal, que se diz dos Trabalhadores. Segundo a ANFIP – Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil – a Seguridade Social é superavitária, ou seja, nos cofres públicos sobram por ano mais de R$ 70 bilhões de reais, tendo o acumulado de 2000 a 2012 mais de R$ 700 bilhões de reais e não foi inserindo neste valor os juros e as correções.

Onde está esse dinheiro, que não é investido na Saúde, na Previdência Social e na Assistência Social? E os membros da ANFIP são funcionários da Receita Federal do Brasil, portanto, funcionários do próprio governo e afirmam que os valores apresentados são números do Tesouro Nacional. Meus amigos, os auditores da ANFIP são funcionários federais e contradizem o próprio Governo, com provas suficientes, o que mostram a má fé e as mentiras dos seus chefes.

Mas os absurdos não param por aí, com todo este “rombo” o governo mantém viva a DRU – Desvinculação de Receitas da União, que tira 20% (vinte por cento) dos recursos da Seguridade Social, para que a Presidente gaste como lhe melhor convier. Um exemplo destes gastos é a conta no salão de cabelereiro dela, de mais de R$ 2.000,00 por cada aparição da presidente Dilma.

Por isso, pergunto, até quando vamos suportar esta ditadura com aparência de democracia?

Desde a Constituição de 1988, que aposentados, pensionistas e idosos só perdem direitos, estes retirados pelos parlamentares, através de emendas e mais emendas na Constituição.

E o governo retém os nossos direitos, desrespeita a Constituição, não corrigindo os salários de acordo com a regra escrita e ainda afundado pelos parlamentares corruptos, que não colocam em votação o Projeto de Lei 4434 e também não eliminam de vez o Fator Previdenciário.

2014 é ano de eleição e vamos reagir, assumir nosso papel de cidadão brasileiro, que ama o nosso País e daremos um basta na corrupção, nos mensaleiros, neste governo que só favorece o empresariado. Vamos às urnas dizer um NÃO bem grande!

Este é o nosso momento! Abaixo a ditadura, a tirania, os que roubam as nossas riquezas para proveito próprio.

Povo Brasileiro, temos que confiar na nossa força, confiar em cada um de nós, crer que juntos somos uma força imbatível e destruidora de maus costumes, adquiridos por anos e anos de corrupção.

Jesus de Nazaré, Martin Luther King, Gandhi, Madre Teresa de Calcutá, sozinhos criaram uma nova face para o mundo. Juntos podemos mudar o nosso país, para o Brasil, para os brasileiros.

Vamos acreditar que somos capazes de ir à luta.

“Não chovia quando Noé construiu a arca”

Às vezes temos medo, mas precisamos seguir em frente.

“Coragem não significa ausência do medo, mais trabalhar para que o semelhante seja feliz!”.

ANTÔNIO ALVES

Presidente FAPESP

Clique aqui para voltar.