• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

GOVERNO MUDARÁ REGRAS DE ACESSO À APOSENTADORIA POR INVALIDEZ NA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Todo dia o governo mostra a crueldade que irá propor com essa reforma na nossa previdência e agora anunciaram que vão mudar a concessão de aposentadorias por invalidez. De acordo com uma fonte ligada às discussões do assunto em Brasília, o tempo mínimo para requerer o benefício poderá chegar a três anos, ou seja, 36 recolhimentos ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Pelas regras atuais, o prazo de carência para pedir o benefício por incapacidade é de 12 contribuições para o órgão. Em caso de acidente de trabalho ou doenças profissionais, porém, o benefício é concedido automaticamente. O governo quer o que? Que todos morram? É isso que eles querem ver a população morrendo antes de conseguir o benefício. Sem dúvida as regalias que possuem, estas nem pensam em alterar! PRECISAMOS DAR UM BASTA A ESSAS CRUELDADES DO GOVERNO! VAMOS A LUTA APOSENTADOS!

Além disso, o grupo que prepara as mudanças vai mexer no valor deste tipo de aposentadoria, que hoje é integral e não leva em conta a idade e o tempo de contribuição do segurado. Segundo a proposta em discussão, esta modalidade de benefício poderá ter um piso estabelecido, que deverá ser de 70%, em relação ao cálculo da média dos 80% maiores salários de todo o período de contribuição, acrescido de adicional de 1% para cada ano de recolhimento feito ao INSS. Caso seja aprovada, a medida pretende manter por mais tempo na ativa o trabalhador que deseja ter um benefício maior.

Como já adiantou o jornal EXTRA, o governo também pretende, na reforma, limitar o acúmulo de benefícios, como pensão por morte e aposentadoria. Além disso, como medida de urgência o governo começará um pente-fino nas aposentadorias por invalidez e nos auxílios-doença, especialmente nos que foram concedidos há mais de dois anos e sem datas de cessação dos pagamentos.

Clique aqui para voltar.