• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

APÓS 4 MESES, REDUÇÃO DOS SALÁRIOS DE DILMA E DO VICE AINDA É SÓ PROMESSA

UM ABSURDO!!! A presidente Dilma Rousseff aproveitou a reforma ministerial, em outubro, para anunciar que reduziria o seu próprio salário e o de todos os ministros em 10%. Passados quatro meses, no entanto, a promessa ainda não foi cumprida e a presidente, o vice Michel Temer e os 31 ministros continuam recebendo um salário de R$ 30.934,70. Os motivos para o atraso vão desde a falta de empenho do governo em aprovar a medida até os longos trâmites que as propostas precisam atravessar no Legislativo.

MUITO SE PROMETE E NADA SE FAZ! A crise só acabará quando começarem a ouvir e trabalhar para o povo! O governo só trabalha para criar impostos e redução de direitos dos trabalhadores, aposentados e idosos para assim, garantir as mordomias que são sustentadas pelo povo que está sendo massacrado dia pós dia. Precisamos que o governo corte custos da máquina pública e cumpra o que prometeu! Não é fazendo reforma da previdência ou aprovando CPMF que o Brasil vai mudar, mas sim quando tomarem vergonha na cara e cortar os gastos do enorme elefante branco que é a máquina pública brasileira! NÃO A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, NÃO A CPMF!

Dos 3 mil cargos comissionados que o governo cortaria, apenas 528 foram extintos até agora. O Planejamento diz que a medida está em curso e sendo feita de maneira gradual. Além de não ter reduzido os salários e cortado os cargos comissionados, outras medidas prometidas pela presidente também não foram efetivadas.

A presidente também prometeu que os gastos de custeio e contratações do Executivo seriam reduzidos em 20% e que haveria uma Comissão Permanente para a Reforma do Estado. A comissão foi instituída em outubro e a designação de sua composição foi definida em novembro. Nem mesmo o relatório que o governo pretendia elaborar até 15 de janeiro para apresentar o resultado das medidas ficou pronto.

Clique aqui para voltar.