• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

QUEM ESTÁ A 10 ANOS DE SE APOSENTAR PODE ESCAPAR DA REFORMA

No fórum de debates sobre Previdência e Trabalho, governo só apresentou os pontos a serem discutidos. Os trabalhadores que estão a dez anos da aposentadoria deverão escapar das mudanças nas regras da Previdência Social. Ontem, durante o fórum de debates sobre o tema, o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Ricardo Berzoini, disse que as modificações a serem propostas não devem afetar os "direitos adquiridos".

Segundo ele, é preciso pensar na reforma já, mas sem afetar quem está no mercado de trabalho. "Tem uma dinâmica vinculada à demografia, não para a atual geração, não para mim, não para quem está a cinco, seis, dez anos de se aposentar, mas para quem está ingressando no mercado de trabalho", afirmou.

A afirmação de Berzoini reforça o que pensa o ministro Miguel Rossetto (Trabalho e Previdência) e foi reafirmada pelo ministro Nelson Barbosa (Fazenda). Segundo ele, o processo de envelhecimento da população exige um aperfeiçoamento das regras dos benefícios, mas sem desrespeitar os direitos adquiridos.

Diferente do que se pensava, não foi apresentada nenhuma proposta com detalhes sobre as mudanças nas regras da Previdência. Barbosa fez um relatório econômico e Carlos Gabas, secretário especial da Previdência Social, expôs sete temas que devem ser considerados para fazer uma reforma.

Foi criado um grupo de trabalho, que tem dois meses para chegar a uma conclusão. Com o resultado, o governo deve fazer um projeto de lei e enviá-lo ao Congresso em abril, segundo Rossetto.

Veja os temas em debate nenhum deles apresentados em detalhes:
1. Demografia e Idade média das aposentadorias
2. Financiamento da Previdência Social: receitas, renúncias e recuperação de créditos
3. Diferença de regras entre homens e mulheres
4. Pensões por morte
5. Previdência rural: financiamento e regras de acesso
6. Regimes Próprios de Previdência
7. Convergência dos sistemas previdenciários


Clique aqui para voltar.