• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

CUNHA ACUSA DILMA DE MENTIR AO DIZER QUE NÃO FAZ BARGANHA; MINISTRO REBATE

O país mergulha na maior crise moral sem precedentes da história. Um governo corrupto desarticulado agora paralisou de vez com tamanha crise interna. Em uma dura reação à presidente Dilma Rousseff, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acusou a petista de ter "mentido à nação" ao ter afirmado que jamais aceitaria qualquer barganha contra o funcionamento das instituições democráticas.

No dia seguinte ao ter acolhido pedido de impeachment contra Dilma, o peemedebista relatou que a presidente reuniu-se com um dos principais aliados dele, o deputado federal André Moura (PSC-SE).

No encontro, segundo ele, a petista ofereceu, em troca da recriação da CPMF, o apoio dos deputados petistas ao arquivamento do processo de cassação do mandato do peemedebista no Conselho de Ética da Câmara. TROCA DE FAVORES E POLITICAGENS! UMA VERGONHA NACIONAL!

A negociação, ainda de acordo com Cunha, ocorreu antes da bancada do PT na Casa Legislativa ter anunciado posição favorável à continuidade do processo de cassação do presidente da Câmara dos Deputados.

O deputado afirmou que é "grave" que a presidente tenha mentido ao país. Ele disse ainda que, às vésperas do anúncio em relação ao impeachment, o ministro Jaques Wagner (Casa Civil) também o procurou para evitar a deflagração do processo.

Ainda nesta manhã, Wagner rebateu Cunha, negou que Dilma tenha mentido sobre não aceitar barganha e acusou o presidente da Câmara de usar a "ameaça como prática".

Agora falam tanto que esse pedido de impeachment é um golpe. Mas a pergunta que fica é onde está a legitimidade desse governo? Depois de tantas medidas abusivas e pedaladas e roubos bilionários este governo não tem moral nenhuma! A eleição é legitima e o impeachment é tão democrático quanto a eleição, está na Constituição Federal.

Se este governo não sabe administrar a nação então nada mais democrático que tirarmos esse governo que aí está. Os culpados devem ser punidos! A lei é uma só para todos!

Clique aqui para voltar.