• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

FAPESP CONTINUA DENUNCIANDO OS BANCOS

A FAPESP continua denunciando a prática totalmente desrespeitosa que os bancos têm tomado em não atender os idosos dentro das agências. O Diretor da FAPESP, Antero Ferreira de Lima teve destaque no jornal Agora São Paulo na editoria de Defesa do Cidadão onde a reclamação do nosso Diretor foi publicada.

Antero disse ao jornal que as agências têm deixado a desejar e muito no atendimento aos idosos principalmente quando precisa pagar conta no caixa ou fazer saque de valores inferiores a R$ 1.000, pedem para eu ir ao caixa eletrônico. Em resposta o Bradesco por meio de carta pediu desculpas ao Diretor da FAPESP e afirmou que preza pelo bom atendimento. O que não é verdade! "Pediram desculpas, mas o que quero é que passem a respeitar mais os idosos", disse o Diretor da FAPESP. Já enviamos diversas vezes ofícios a FEBRABAN, Federação Brasileira de Bancos e aos bancos pedindo a extinção dessa prática. Estamos cansados de respostas vagas como "vão tomar providência" e mais e mais desculpas! Esperamos uma ação efetiva para que acabe com essa prática cruel contra os aposentados!

Esse descaso está chegando a uma situação insustentável que os idosos terão de chamar a polícia ou entrar com ações na justiça para poder simplesmente pagar suas contas direto no caixa dentro da agência. Se os bancos não acabarem com essa prática de vez acionaremos o Ministério Público para tomar as devidas providencias judiciais.

O Diretor Antero e o secretário-geral, José Goulart já se reuniram na Defensoria Pública do Estado de São Paulo alertando a ação cruel que os bancos tomam contra os idosos. Esta ação dos bancos é uma prática criminosa em não receber boletos de aposentados, pensionistas e idosos. O correntista ou beneficiário da Previdência Social recebem no banco, porém se a conta for igual ou inferior a R$ 1.000,00 (mil reais) devem efetuá-la em uma casa lotérica.

Essa atitude contraria o Estatuto do Idoso nos artigos 2, o artigo 3 o caput e inciso I, o artigo 10 caput e o parágrafo 2º e o 3º, o artigo 96 caput e o parágrafo 1º e 2º. "Art. 96. Discriminar pessoa idosa, impedindo ou dificultando seu acesso a operações bancárias, aos meios de transporte, ao direito de contratar ou por qualquer outro meio ou instrumento necessário ao exercício da cidadania, por motivo de idade". O que significa na prática, crime contra o Idoso. Solicitamos que seja decretada a suspensão dessa determinação bancária, que ainda gera a possibilidade do idoso ser assaltado, até mesmo na porta da agência bancária. A FAPESP ESTÁ ACOMPANHANDO O CASO E NÃO VAMOS PARAR DE COBRAR OS BANCOS ATÉ QUE ESSA PRÁTICA SEJA BANIDA!

Clique aqui para voltar.