• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

GOVERNO JÁ ESTUDA PRORROGAÇÃO DA DRU

Além do agendamento da votação dos vetos para novembro, o vice-presidente Michel Temer discutiu com Renan Calheiros e Eduardo Cunha sobre a tramitação no Congresso da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prorroga a chamada Desvinculação de Receitas da União (DRU) até 31 de dezembro de 2023. Não param de planejar mais maldades contra os aposentados!

A DRU permite ao governo gastar livremente um percentual da receita e que essa retirada passaria de 20% para 30%. O restante da arrecadação é vinculado a despesas definidas no Orçamento.

De acordo com Temer, os três trataram sobre alternativas para agilizar a votação da PEC na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. A regra foi adotada em 1994, na implementação do Plano Real, e tem sido prorrogada desde então. Em 2011, o Congresso aprovou a extensão até 31 de dezembro de 2015.

Atualmente o governo retira dinheiro pela DRU da Seguridade Social de maneira indiscriminada e não devolve nada! Um absurdo que não deve ser permitido! Somente em 2014 a Seguridade teve um superávit de R$ 54 Bilhões e somando os anos anteriores chegamos a casa do trilhão. Do montante arrecado o governo retira indiscriminadamente da Seguridade Social 20% com a DRU e some com o resto do superávit da Previdência. Para onde vai tanto dinheiro? A Previdência tem dinheiro desde que não retirem para outros fins! Não admitimos em hipótese alguma que a NOSSA Previdência caia nas mãos dos grandes bancos. A Seguridade Social é do povo!

Clique aqui para voltar.