• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

MINISTRO PROPÕE CRIAR IDADE MÍNIMA NAS APOSENTADORIAS

Mais uma ação cruel que esse governo pretende impor. O novo ministro do Trabalho e da Previdência Social, Miguel Rossetto, afirmou que o governo deve apresentar mais propostas de mudanças nas regras previdenciárias. Entre elas estaria fixar uma idade mínima nas aposentadorias, especula-se a idade mínima de 65 anos.

Os trabalhadores brasileiros já tem desconto do fator previdenciário se optarem por se aposentar mais cedo. A idade mínima prejudica principalmente os mais pobres, que começam a trabalhar mais cedo. O trabalhador que perde emprego na faixa dos 50 anos de idade encontra dificuldade para achar outra fonte de renda e perderia a grana da aposentadoria. Há o risco de o trabalhador parar de contribuir quando atingir o tempo mínimo de contribuição para esperar chegar à idade mínima. Ou seja, o governo deve pensar no seu povo e não encontrar meios de prejudicar mais ainda o trabalhador e aposentado brasileiro!

Se a idade mínima for imposta pouca gente irá se aposentar e futuramente menos ainda já que esta medida é uma ação completamente injusta e cruel com o povo brasileiro. O governo quer aposentado só depois de morto, enquanto eles ficam com extravagâncias e desviando bilhões de reais as nossas custas!

A FAPESP está acompanhando de perto todas as movimentações destas medidas cruéis que o governo tem tomado! VAMOS NOS UNIR E COBRAR PARA QUE O CONGRESSO NÃO APROVE ESSA MEDIDA CRUEL! MUDAR A APOSENTADORIA DELES, CORTAR SALÁRIOS CARGOS COMISSIONADOS ELES NÃO MUDAM! QUEM PAGA A CONTA DA INCOMPETÊNCIA É NOVAMENTE O POVO BRASILEIRO!

Clique aqui para voltar.