• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

CONGRESSO MANTEM VETO A 85/95 FIXA

QUE DECEPÇÃO! UMA VERDADEIRA VERGONHA NACIONAL! Apesar de pressionar os parlamentares com milhares de protestos e repúdios o Congresso Nacional não ouviu o povo e foi cruel, manteve o veto da presidente Dilma Rousseff a emenda que instituía a fórmula 85/95 sem a progressão. O veto do artigo da MP 672 que estende o índice de correção do salário mínimo para todos os aposentados ficou para a próxima sessão, estamos de olho e cobrando os parlamentares.

A votação teve 222 votos a favor do veto contra 166 e 7 abstenções da regra alternativa ao fator previdenciário. A regra 85/95 permite ao trabalhador aposentar-se quando a soma de sua idade com o tempo de contribuição chegar a 85 (mulheres) ou 95 (homens).

Ao vetar essa alternativa ao fator previdenciário, a presidente Dilma editou a MP 676/15 com regra semelhante, mas com exigências que aumentam ao longo do tempo devido ao crescimento da perspectiva de vida da população. Assim, essa transição prevê o aumento de um ponto nesses anos (86/96 até 90/100). Vale lembrar que fator previdenciário ainda existe.

Com essa MP 676 pouca gente irá se aposentar e futuramente menos ainda já que esta medida é uma ação completamente injusta e cruel com o povo brasileiro. O governo quer aposentado só depois de morto, enquanto eles ficam com extravagâncias e desviando bilhões de reais as nossas custas!

Não houve nenhum destaque ao veto para garantir que o governo vote na comissão mista nesta quarta-feira o relatório do deputado Afonso Florence (PT-BA) para a MP 676/15 sem adiamentos. O relatório para a MP será o texto base para a votação em Plenário, cuja vigência se encerra em 15 de outubro.

No relatório estende por mais quatro anos o período de transição da regra 85/95 para que ela atinja 90/100. Em vez de começar em 2017 e terminar em 2022, a transição começará em 2018 (86/96) e terminará em 2026 (90/100).

Esta MP precisa ainda ser votada no Congresso Nacional e a FAPESP está acompanhando todas as articulações e possíveis alterações. LUTAMOS PARA O FIM DE QUALQUER FÓRMULA QUE DIMINUA OU PREJUDIQUE OS APOSENTADOS

MUDAR A APOSENTADORIA DELES, CORTAR SALÁRIOS CARGOS COMISSIONADOS ELES NÃO MUDAM! QUEM PAGA A CONTA DA INCOMPETÊNCIA É NOVAMENTE O POVO BRASILEIRO! VAMOS NOS UNIR E DAR UM BASTA A FALTA DE RESPEITO COM OS APOSENTADOS!

A FAPESP repudia veemente a ação VERGONHOSA DE MANTER ESSE VETO CRUEL! Uma vergonha um parlamentar não pensar nem um pouco em seu povo que o elegeu. VAMOS DAR NOSSO GRITO DE BASTA A ESSE GOVERNO CRUEL COM O POVO BRASILEIRO!

Clique aqui para voltar.