• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

CÂMARA APROVA MP QUE AUMENTA CRÉDITO CONSIGNADO

A Câmara dos Deputados aprovou o texto-base da MP 681, que permite um aumento de 30% para 35% no limite do crédito consignado, modalidade de empréstimo com desconto na folha de pagamento do trabalhador ou aposentado. O projeto recebeu 249 votos a favor, 200 contrários e quatro abstenções.

A Medida Provisória publicada em julho estabelece uma elevação para 35% no valor máximo que as pessoas podem comprometer da renda com crédito consignado. O aumento é permitido, desde que os novos 5% sejam usados para quitar dívidas com cartão de crédito, inclusive em saques feitos nesse tipo de cartão. Ou seja, você pode pagar a dívida do cartão de crédito por outra dívida um pouco mais barata. O crédito consignado é mais barato em comparação ao cartão de crédito já que os bancos têm a garantia de receber os pagamentos, já que eles são descontados diretamente dos rendimentos.

A autorização é válida para qualquer despesa desse tipo, não apenas a dívida do rotativo. Basta que a pessoa tenha contraído alguma despesa por meio do cartão de crédito. Antes do envio do texto para a análise do Senado, o plenário da Câmara ainda vai votar um destaque ao projeto.

MAS ATENÇÃO! O aumento do crédito consignado está muito longe de resolver os problemas financeiros dos aposentados e pensionistas. O aumento do crédito consignado de 30 para 35% está muito longe de resolver os problemas financeiros dos aposentados e pensionistas pelo contrário só aumenta o endividamento de uma classe que não recebe o aumento salarial digno, justo e real. Lutamos para ser colocado em votação e aprovado o nosso PL 4434/08 que prevê o reajuste do salário dos aposentados na mesma proporção que foi contribuído. Esta ação do governo só demonstra a falta de comprometimento com a classe dos aposentados. O fato é que o governo aumenta mais ainda a margem de endividamento. O correto seria um aumento de benefícios e não de dívidas.

Clique aqui para voltar.