• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

AAPJR REALIZA ENCONTRO DE LIDERANÇAS PARA DEBATE SOBRE A PEC 87/2015

A Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região (AAPJR) realizou nesta sexta o Encontro Estadual de lideranças dos aposentados para discutir a PEC 87/2015 que amplia para 30% o valor da Desvinculação de Receitas da União (DRU) e prorroga até o ano de 2023 o dispositivo. O Presidente da FAPESP, Antonio Alves da Silva participa da mesa de discussão sobre a PEC.

O encontro de lideranças é fundamental para troca de experiências, pontos de vista e principalmente para traçar um plano de luta e trabalho contra essa PEC e também de outras medidas que o governo tem tomado que só prejudicam os aposentados e idosos. Não podemos ficar parados, por isso trabalhamos e lutamos contra as ações cruéis desse governo que não dialoga com seu povo.

A FAPESP está JUNTO com suas Entidades nessa luta e PRESENTE no debate. A UNIÃO e participação no movimento é fundamental para reescrevermos essa história e lutar pelo direito dos aposentados e idosos.

A FAPESP parabeniza toda a Diretoria e a presidente da AAPJR, Fé Juncal pela importante iniciativa de promover um debate entre as lideranças sobre esse importante assunto.

Estão participando do evento diversas Entidades filiadas a FAPESP dentre elas a Associação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas da Região do Grande ABCDMRPRGS, APEVO -Associação Aposentados de Votorantim, ADMAP – Associação Democrática dos Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de São José dos Campos e Região, Associação dos Trabalhadores Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba, Associação dos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba e Região – “Eclética”, União dos Aposentados e Pensionistas de Osasco – UAPO, Departamento de Aposentados e Assuntos de Aposentadoria STU – Sindicato dos Trabalhadores da UNICAMP, União dos Aposentados e Pensionistas de Embu e Região E Associação dos Aposentados e Pensionistas de Porto Ferreira.

Atualmente o governo retira dinheiro pela DRU da Seguridade Social de maneira indiscriminada e não devolve! Um absurdo que não deve ser permitido! Somente em 2014 a Seguridade teve um superávit de R$ 54 Bilhões e somando os anos anteriores chegamos a casa do trilhão. Do montante arrecado o governo retira indiscriminadamente da Seguridade Social 20% com a DRU e some com o resto do superávit da Previdência. Para onde vai tanto dinheiro? A Previdência tem dinheiro desde que não retirem para outros fins! Não admitimos em hipótese alguma que a NOSSA Previdência caia nas mãos dos grandes bancos. A Seguridade Social é do povo!

Clique aqui para voltar.