• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

Câmara aprova texto-base da MP 665

Mais um ato de covardia foi presenciado no Congresso Nacional. Aprovaram uma Medida Provisória que afeta diretamente o trabalhador e aposentado. Os senhores parlamentares se esquecem para quem governam e se aliam a um governo desarticulado, corrupto. UMA VERGONHA! A FAPESP repudia todos os Deputados que votaram a favor dessas Medidas impostas. ESTAMOS ACOMPANHANDO DE PERTO TODAS AS MOVIMENTAÇÕES DO CONGRESSO E NÃO VAMOS PARAR DE PROTESTAR E COBRAR.

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (6) o texto-base da Medida Provisória 665/14, que muda as regras de concessão do seguro-desemprego. O texto foi aprovado por 252 votos a 227 e poderá ser alterado em votação nesta quinta-feira.

Após o anúncio do resultado, a oposição cantou nos microfones: "O PT pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão". Depois, promoveu um panelaço no plenário.

O governo prevaleceu com a magra dianteira de 25 votos: 252 a 227. Na prática, bastaria que 13 deputados migrassem de um lado para o outro para que a vitória de Dilma se convertesse numa derrota de 239 a 240.

Entre os pontos que ainda dependem da votação de destaques estão os prazos a serem observados pelo trabalhador para a solicitação do seguro.

A redação aprovada pela Câmara é o relatório da comissão mista que analisou a MP, de autoria do senador Paulo Rocha (PT-PA).

Esses pontos podem mudar se algum destaque sobre eles for aprovado.

Clique aqui para voltar.