• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

Governo Só Fala em Fator em Junho

Reajuste da categoria também entra na lista de promessas paro o próximo mês.

O Governo elege Junho como o mês para resolver encrencas que estão atrapalhando a vida de trabalhadores e aposentados há tempos. Mas lideranças sindicais não botam muita fé em mais uma promessa.

O secretario geral da Presidência, Gilberto Carvalho, no entanto, afirma que decidirá no dia 11 do próximo mês o futuro do fator previdenciário. A data foi definida ontem durante reunião com representantes das centrais sindicais, em Brasília.

“Ele marcou novo encontro para o dia 11 e disse que vai definir como e quando resolveremos o fator”, informa o presidente da UGT, Ricardo Patah. Segundo ele, o Governo não queria discutir pontos considerados importantes para a classe trabalhadora, como a jornada de 40 horas e fator. “Mas não podemos só discutir a pauta deles. Claro que a terceirização e a formalidade também são importantes para nós. Mas temos de avançar em outros temas”.

O deputado federal e presidente da Força Sindical, Paulo Pereira, não gostou desse posicionamento do Governo. “ Se não for para resolver os temas dos trabalhadores, não adianta chamar para reunião”.

Aposentados
Já a situação dos aposentados deve entrar no centro dos debates antes, em 3 de junho. Eles querem uma posição do Governo sobre o reajuste para 2014. A categoria reivindica o mesmo percentual dado para o mínimo, que deve ficar em 6,12% (inflação mais o PIB da 2012).

Eles só querem nos enrolar. Sugeri que as Centrais dessem uma banana para o Governo e marcasse uma greve geral”, disse o Presidente da Federação dos Aposentados do Estado de São Paulo, Antônio Alves.

Fonte: Expresso Popular – Rosana Rife.

Clique aqui para voltar.