• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

Idosos são desprezados pelos bancos

FAPESP ALERTA PRÁTICA ABUSIVA DE BANCOS QUE FERE O ESTATUTO DO IDOSO

A Federação das Associações e Departamentos de Aposentados, Pensionistas e Idosos do Estado de São Paulo – FAPESP encaminhou ofício ao Banco Central e a diversas autoridades cobrando explicações da prática que os bancos têm tomado em não receber boletos ou transações de aposentados, pensionistas e idosos nos caixas físicos, dentro da agência, e sequer podem entrar no domicílio bancário.

O correntista ou beneficiário da Previdência Social que recebe no banco não consegue pagar suas contas se for igual ou inferior a R$ 1.000,00 (hum mil reais). Os atendentes encaminham os idosos para efetuar pagamento em uma casa lotérica ou nas máquinas de autoatendimento que não possuem funcionários para auxiliarem tais procedimentos.

Essa atitude contraria o Estatuto do Idoso nos artigos 2, o artigo 3 o caput e inciso I, o artigo 10 caput e o parágrafo 2º e o 3º, o artigo 96 caput e o parágrafo 1º e 2º.” Art. 96. Discriminar pessoa idosa, impedindo ou dificultando seu acesso a operações bancárias, aos meios de transporte, ao direito de contratar ou por qualquer outro meio ou instrumento necessário ao exercício da cidadania, por motivo de idade”. O que significa na prática, crime contra o Idoso.

Como medida a Federação dos Aposentados do Estado de São Paulo solicita que seja decretada e suspensa essa determinação bancária, que pode gerar a possibilidade do idoso ser assaltado, até mesmo na porta da agência bancária por ser obrigado a sacar o dinheiro e pagar em espécie suas contas em lotéricas. Aguardamos que o Banco Central tenha uma iniciativa para coibir essa prática, subscrevemo-nos.

Este documento foi encaminhado para autoridades como o Ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, Presidente do INSS, Elizete Belchior, Superintendente INSS Sudeste 1 - São Paulo, Dulcina F. Golgado Aguiar, Presidente FEBRABAN, Murilo Portugal Filho, Vice-Presidente FEBRABAN, Wilson Roberto Levorato, Presidente da COBAP, Warley Martins Gonçalles, Presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha, Presidente do Senado, Renan Calheiros, Senador Paulo Paim, Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá, Deputado Federal, Antônio Goulart e o Deputado Estadual Campos Machado.

Clique aqui para voltar.