• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

Correção aumenta o valor do benefício

Todo aposentado do INSS tem direito de pedir uma revisão em seu benefício. O pedido pode ser necessário para corrigir um erro ou para incluir, por exemplo, um período de trabalho que foi reconhecido em ação judicial. O mais importante é o prazo para fazer o pedido da revisão: de até dez anos a partir da concessão.

Advogados previdenciários afirmam que as revisões para a inclusão de tempo especial e atualização de período de trabalho são as que garantem os melhores reajustes do benefício.

O ideal é que o pedido de revisão seja apresentado em até cinco anos depois do segurado começar a receber a aposentadoria. Apesar de ter dez anos para oficializar a intenção de corrigir o benefício, o segurado perde um período de atrasados, que são as diferenças do que ele deixou de receber. O INSS paga os atrasados dos cinco anos anteriores ao pedido de revisão.

É bom afirmarmos que o pedido de correção deve vir acompanhado de uma boa documentação para provar o direito ao acréscimo, como formulário PPP e testemunhas.

Lembrando que qualquer benefício pago pelo INSS pode ter uma revisão, mas quem consegue incluir contribuições no cálculo tem mais chance de ter um benefício integral, sem o desconto do fator previdenciário.

Em todos os casos, o melhor é sempre consultar um advogado especializado em direito previdenciário. Portanto, procure o departamento jurídico de sua associação e esclareça suas dúvidas.

Fonte: INSS, advogados previdenciários e Jornal Agora.
Clique aqui para voltar.