• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

Como pedir a revisão do seu benefício em 2014

O segurado do INSS que se aposentou em 2004 e que encontrou algum erro em seu benefício deve ficar atento para não perder o prazo para pedir a revisão. Esses aposentados têm até 2014 para fazer a solicitação, já que a Previdência dá até dez anos para que os segurados peçam alguma correção no benefício.

A data-limite começa a contar a partir do primeiro dia do mês seguinte ao recebimento do primeiro benefício. Para saber quando foi o primeiro pagamento, o aposentado deve pedir no INSS um histórico de crédito, que funciona como um extrato com o que foi pago para ele. Na agência da previdência, o aposentado será que preencher um requerimento explicando quais são os motivos pelo qual está pedindo a revisão. O ideal é já levar por escrito o que será solicitado para não ter problemas com o requerimento.

De acordo, com advogados previdenciários, quando o segurado faz o pedido no posto, ele congela o prazo de dez anos. Assim, mesmo que o INSS demore em responder, o prazo não irá contar até o instituto dar a resposta.

É importante também que o segurado guarde o protocolo que o INSS fornece após o pedido de revisão, caso o aposentado tenha que entrar com uma ação na Justiça, o protocolo servirá como prova de que ele já havia feito a solicitação administrativamente. O segurado deve anexar o protocolo do pedido da revisão na ação.

Os segurados que querem aumentar a sua aposentadoria com uma revisão encontram algumas possibilidades para ter a grana a mais.

É possível conseguir, nas agências da Previdência, por exemplo, a inclusão de verbas reconhecidas na Justiça do Trabalho, como gratificações e horas extras. Também dá para pedir a conversão do tempo comum em especial para quem trabalhou em atividades insalubres.

Em todo caso, o melhor sempre é consultar um advogado especializado em causas previdenciárias. Portanto, procure o departamento jurídico de sua associação e esclareça suas dúvidas.

Clique aqui para voltar.