• facebook
  • Flickr
  • twitter
  • orkut

CULPAR A PREVIDÊNCIA NÃO É SOLUÇÃO!

*Por José Veiga de Oliveira – Presidente da FAPESP

Meus amigos, o governo junto com a grande mídia continua em tom alarmista apontando que a não aprovação da PEC 287 dará um colapso nas contas públicas. Esses discursos que a todo momento são publicados, são uma verdadeira afronta ao povo brasileiro.

O senhor Meireles aumenta impostos e não descarta novos tributos, o ministro do Planejamento, Dyogo de Oliveira, disse que o governo teve que aumentar impostos porque a reforma da Previdência não foi aprovada ainda. O secretário da Previdência, Marcelo Caetano aponta que se a reforma não for aprovada, em 2019, a PEC precisará ser mais “forte”.

Por outro lado, Temer libera milhões de reais em emendas, realiza jantares luxuosos para ter apoio em troca de votos. Criam um sistema de misturador de voz para impedir gravações e sistema de segurança exclusivamente para a sala e residência do presidente. Quem não deve não teme, e os fatos mostram que temem e muito!

Para eles tudo é culpa da Previdência, dos aposentados, do trabalhador. Mas quando o assunto envolve eles, tudo é prioridade, não há crise e nem falta de dinheiro.

Os senhores parlamentares foram eleitos pelo povo, não para legislar em causa própria, mas em prol da população. O que presenciamos são exclusivamente ações que retiram direitos conquistados com tanto suor.

Esquecem de olhar que esses projetos afetam diretamente pessoas que trabalham e muito para garantir o mínimo para se ter uma vida digna e que se depender dos senhores políticos não terão saúde, educação, segurança, emprego e muito menos aposentadoria.

Culpar a Previdência Social não faz dos senhores parlamentares menos culpados ou isentos de responsabilidade, porque se o Brasil está nessa situação a culpa é sim dos senhores que não trabalham para a recuperação do nosso país. Cadê uma verdadeira reforma política, tributária? Retirar direitos e aumentar impostos não melhora nada!

O problema não é povo, nunca foi, mas sim, os senhores políticos que são egoístas. Não sei como dormem a noite sem o mínimo de peso na consciência, sem pensar em quanta gente eles prejudicam ao apertar o botão de sim para estas reformas.

Por isso, a hora é de luta, não podemos desanimar ou aceitar tudo calado, devemos dar um basta a todas estas atrocidades. NENHUM DIREITO A MENOS! NÃO AO DESMONTE DA PREVIDÊNCIA SOCIAL! VAMOS COBRAR O CONGRESSO! NOSSA LUTA NÃO VAI PARAR!

Clique aqui para voltar.